POR QUE A HIPNOSE NÃO É MUITO CONHECIDA?

Ter problemas é um bem comum à sociedade. E o indivíduos tem vontade de se abster de tudo, e por um momento esquecer os problemas que lhe aflige. E isso pode ser feito por meio da hipnose. Mas por que a hipnose não é muito conhecida?

Pense naquela vez em que diante de uma música você ficou “viajando” nos pensamentos. Ou quando estava focado com algo na TV e não percebeu que uma pessoa entrou na sala. Nesses momentos você estava em estado alterado de consciência: em estado hipnótico.

O fato é que a hipnose ultrapassou os mitos, e além de auxiliar na fuga dos problemas, está ajudando a medicina em diversos tratamentos. Mas mesmo assim a hipnose ainda não é muito conhecida pelos profissionais de saúde em nosso país.

Como mudar esse conceito de por que a hipnose não é muito conhecida?

A hipnose é uma prática milenar, e segundo análise publicada na revista American Health Magazine, a recuperação acontece em 93% dos casos.

Na medicina, ele ajuda nos tratamentos de psiquiatria, anestesia e cirurgia, doenças psicossomáticas, ginecologia e obstetrícia, controle de sangramento, tratamento de queimaduras, dermatologia, pediatria (enurese noturna, pesadelos, timidez e inadaptação), controle da dor e controle de vícios.

Quando aplicada na psicologia, o tratamento pode ser focado no tabagismo, emagrecimento, fobias, depressão, ansiedade, problemas sexuais, alcoolismo, problemas de fala, terapia de regressão de idade, dores crônicas, autoestima e fortalecimento do ego e melhoras na concentração ou memória.

Mas embora já aceita e muito utilizada, mitos ainda cercam essa prática e muitas pessoas se perguntam: por que a hipnose não é muito conhecida?

Isso porque as pessoas acham que o hipnotizado ficará inconsciente. Na verdade, o transe hipnótico é caracterizado por uma dissociação consciente/inconsciente, onde a consciência está presente para participar no processo de cura.

Ou seja, quando a pessoa está hipnotizada, ela não perde a sua capacidade de saber das coisas. Ela consegue resolver problemas complexos, fazer improvisos e ainda manter uma capacidade crítica sobre o que lhe está sendo sugerido.

Tratamento com a hipnose

A consulta com hipnoterapia pode ser realizada com psicólogos que tenham especialização em hipnose clínica, e duram média de 45 a 50 min e, sendo realizadas uma vez por semana. Também existem profissionais terapeutas que tenham uma formação nessa área.

O Conselho Federal de Psicologia, no ano 2000, considerou a hipnose como terapia auxiliar, e o psicólogo pode ter alguma capacitação nessa área.  Assim, cabe ao paciente procurar um especialista com uma boa formação.

Portanto, a hipnose pode ajudar no combate a problemas como ansiedade, depressão, traumas, fobias, e até vícios, como o tabagismo, podem ser atenuados ou mesmo eliminados com o auxílio da hipnose, defendem os especialistas.

Mas antes de qualquer indução, o especialista deve primeiro fazer uma avaliação do paciente para definir uma forma de condução das sessões.

Por que conhecer o tratamento de hipnose?

Para tirar as dúvidas sobre a eficácia da hipnose como terapia, separamos  porque você deve conhecer a hipnose como tratamento sério.

– Não existem situações constrangedoras

Diferente dos show da TV que vemos a pessoa sendo usada em situações constrangedoras, na hipnose clínica não expõe as pessoas a nenhuma situação constrangedora.

O cliente não é forçado a assumir personalidades ou realizar ações bizarras. Ele é estimulado ao autoconhecimento, a fim de buscar por respostas no inconsciente do cliente.

– O cliente não perde a consciência

O cliente não perde a sua consciência e participa ativamente da sessão de hipnose. Ele permanece num estado focado de atenção. Sabe o que acontece no mundo, amplia seus sentidos, tendo acesso à sua mente , sem esquecer do que está acontecendo.

– A hipnose ajuda na auto cura e autodescobrimento

Por meio da hipnose, a pessoa consegue ter acesso a informações que estão presentes em seu cérebro.

Assim, nas sessões de hipnose, o acesso a essas informações permite ao cliente controlar suas emoções. Os sentimentos, traumas e outras situações que estão contidas em seu inconsciente podem ser trabalhados.

Nesse caso, o cliente passa a se conhecer melhor e também aos seus limites e além dos medos e fobias.

– Não existe milagres

A hipnose não faz milagres, por isso, para vencer seus medos e suas barreiras inconscientes cada pessoa apresenta uma necessidade.

Ela é um tratamento breve, porém, não sobrenatural, e a sua duração, ou quantidade de sessões, varia para cada cliente. O

– A hipnose tem bases científicas

A hipnose é uma técnica que está sendo estudada cientificamente desde o século XVIII. Embora ela seja considerada por muitos como entretenimento, a hipnose pode ser empregada para tratar diversos tipos de problemas. O profissional que usa a hipnose amplia as possibilidades de tratamento e abre novos caminhos para lidar com seus clientes.

Quando estuda e usa a hipnose, a dúvida que surge a pergunta: por que a hipnose não é muito conhecida? Acaba sendo destruída! A hipnose consegue lidar de forma eficiente com os casos, favorecendo o fortalecimento da mente das pessoas e seu autoconhecimento.

 

Veja mais em: http://www.isec.psc.br

Curso Presencial de Hipnose Clínica Neurossensorial
http://bit.ly/neurossensorial

Para informações sobre atendimento no ISEC de Copacabana – Rio de Janeiro-RJ
http://www.isec.psc.br/contato/

#HIPNOSENEUROSSENSORIAL

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando....