RELAÇÃO PROFESSOR ALUNO: COMO DEVE SER?

A relação professor e aluno é uma das relações mais importantes para a formação de indivíduos questionadores e que contribuirão para a criação de uma sociedade mais igualitária e empática. Por isso, esse convívio deve ser saudável e produtivo.

Além da contribuição para a construção de valores, a relação professor e aluno incide diretamente no aprendizado. Um aluno que se sente próximo e validado por seu mestre certamente terá maior facilidade em estudar e aprender sua matéria.

Uma relação estruturada em respeito, reciprocidade e abertura para diálogo certamente proporcionará uma convivência diferenciada, em que o aluno pode recorrer a seu orientador em qualquer situação, não se sentindo apenas mais um dentre vários.

A importância da relação professor e aluno

A posição do professor deve ser, sim, firme e baseada em ética profissional e boa oratória. Um educador que não consiga prender a atenção de crianças e adolescentes dificilmente conseguirá atingir um nível de atenção e respeito satisfatórios para a absorção eficaz da matéria.

Porém, existe uma diferença importante entre rigidez e grosseria. Muitos professores se esquecem que estão lidando com indivíduos em fase de formação, que muitas vezes não entendem os acontecimentos a sua volta e acabam reagindo de forma exagerada e rebelde a eles.

Ter paciência e didática é essencial, ensinando ao aluno valores como cumprimento de deveres e gentileza, sendo visto como alguém capaz de ajudar sem julgar ou assentá-lo.

O aluno, por sua vez, tem por obrigação compreender que o docente é um adulto dotado de muito estudo e inteligência para ocupar a posição que ocupa, tendo o direito de ser tratado com respeito e consideração. Caso isso não ocorra, o professor possui autonomia para procurar a direção ou os pais.

Dicas para facilitar a relação professor e aluno

– Uma das grandes preocupações que assolam a relação professor e aluno é a dificuldade de avaliar as capacidades de absorção das matérias ensinadas. Muitos alunos colam nas provas ou reclamam de encontrar nelas um conteúdo que não foi bem abordado em sala de aula.

Uma forma de resolver isso é aplicar pequenos exercícios de maior facilidade ao longo do bimestre ou semestre, para que, quando a prova final chegar, o conteúdo esteja fixado e mais facilmente aplicado pelo aluno.

– Invista em provas que, ao invés de apenas testar a quantidade de estudo do aluno, meça a sua capacidade de interpretar e solucionar questionamentos. Um aluno estimulado certamente se esforçará mais na hora de estudar.

– A elaboração de trabalhos que exijam competências além da matéria é uma boa forma de aplicar interdisciplinaridade e aumentar o leque de aprendizado do estudante. Isso facilita o seu trabalho, o trabalho de outros educadores e encoraja o aluno a buscar ainda mais conhecimento.

– Tente reservar um tempo da aula para descontrair e relaxar um pouco. Sobrecarregar a mente do aluno não é uma boa ideia, pois ele possui diversas matérias e atividades além das suas, tendo eventualmente que escolher qual priorizar e acabando por abandonar alguma.

– Por que não conciliar notícias importantes e curiosidades sobre o mundo com sua matéria? Uma boa forma de ensinar com qualidade é ser lembrado toda vez que o aluno ler algum portal de informações ou até mesmo uma notícia nas redes sociais.

– Demonstre interesse pelo aprendizado de seus discentes. Trazê-los para perto com ameaças dificilmente funcionará, mas com calma e dedicação pode ser um bom caminho para o aprendizado.

A base da educação é o diálogo

Incentivar os alunos a apontar o que os agrada ou não no sistema educacional é um excelente método para saber como organizar-se em sala de aula. Um aluno que sente sua voz ouvida e suas reivindicações respeitadas, também pode vir a ser um aluno que trate seu professor com reciprocidade.

Não tenha medo de ouvir críticas: muitos educadores se sentem oprimidos por seus estudantes justamente por não investirem sua comunicação no diálogo. Ao passo que é necessário demandar silêncio e atenção dos lecionados, também é necessário saber ouvir demandas.

A relação professor aluno tem o potencial necessário para transformar o sistema educacional por completo, revigorando uma profissão que é por muitas vezes desvalorizada e formando pessoas interessadas em um universo tão fascinante quanto o de transferir conhecimento a alguém.

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando....